7 dicas para cuidar da sua audição

A sua avó sempre lhe disse para lavar atrás dos ouvidos, mas e o resto do ouvido? Entre mitos sobre utilizar cotonetes, ou como usufruir de forma responsável dos seus auscultadores, as nossas 7 dicas irão ajudá-lo/a a ter ouvidos mais saudáveis e a ser uma pessoa mais saudável no geral.

1. Use tampões de ouvido ou protetores auriculares em ambientes ruidosos

É recomendado que proteja os seus ouvidos quando está exposto/a a níveis sonoros acima dos 85 decibéis. Os tampões de ouvido e protetores auriculares reduzem o nível de exposição ao ruído, para que possa estar no ambiente ruidoso sem estar completamente exposto/a aos níveis de ruído. Os tampões de ouvido são usados no canal auditivo e eles são em forma pré-moldada ou moldável (tampões de ouvido de espuma). Quando procurar tampões de ouvido, tenha atenção ao NRR (Nível de Redução de Ruído). Quanto maior o NRR, mais redução do ruído terá. Os tampões de ouvido de “alta fidelidade” são especialmente populares entre músicos e artistas, pois reduzem os níveis sonoros sem distorcer o som. Os protetores auriculares são outra opção de proteção que ficam em torno do ouvido e consistem em almofadas auriculares suaves. Muitas pessoas consideram estes convenientes e confortáveis, mas a maioria dos protetores auriculares não oferece o mesmo nível de redução de ruído oferecido por muitos dos tampões de ouvido.

2. Baixe o volume dos seus auscultadores

O nível de ruído seguro para auscultadores é entre 60 e 85 db. Uma forma simples de controlar isto é garantir que não aumenta o volume para mais de dois terços da capacidade de volume do dispositivo que está a usar. Outro truque que pode usar, é segurar os auscultadores à sua frente enquanto a música está a tocar. Se conseguir ouvir a música de forma nítida, será provavelmente boa ideia baixar um pouco o volume. Os auscultadores com cancelamento de ruído são uma forma eficiente de ouvir música, uma vez que bloqueiam o ruído de fundo e, por isso, permitem ao utilizador ouvir a sua música com um volume mais baixo.

3. Seque os seus ouvidos depois de um duche ou depois da natação

Depois de nadar ou de tomar um duche, incline a sua cabeça para ambos os lados, para deixar sair o excesso de água dos seus ouvidos. Pode também esfregar o exterior das suas orelhas com uma toalha limpa, para as secar ainda melhor. O ouvido de nadador pode ser causado por água que fica presa no canal auditivo, que remove a cera protetora dos ouvidos e amolece a pele do canal auditivo – e, consequentemente, torna o canal auditivo mais suscetível a infeções bacterianas. Secar cuidadosamente os seus ouvidos pode reduzir o risco de infeção.

4. Não limpe os seus ouvidos com cotonetes

Agora que aprendeu algumas formas de manter os seus ouvidos limpos depois de nadar, é importante saber que, ao contrário do que se diz, os seus ouvidos não devem ser limpos com cotonetes. Conforme anteriormente mencionado, a cera dos ouvidos desempenha um papel importante em manter os ouvidos saudáveis e ajuda a prevenir infeções, e remover a cera dos ouvidos com cotonetes apenas aumenta o risco de infeção. Para além disso, cotonetes podem danificar a pele ou empurrar a cera dos ouvidos mais para dentro do canal auditivo. Se sentir que tem muita cera acumulada e que precisa de uma limpeza, pode experimentar um spray auricular, que pode comprar em qualquer farmácia. Se o mesmo não funcionar suficientemente bem para si, considere ir a um especialista de cuidados auditivos para obter aconselhamento profissional, pois alguma acumulação de cera nos ouvidos requer uma remoção profissional.

5. Use chapéus ou protetores auriculares durante o tempo frio

A exposição frequente ao tempo frio, sem proteção auricular, pode aumentar o risco de perda auditiva. Isto deve-se ao facto de o seu corpo poder reagir a estas exposições aumentando o crescimento dos ossos no canal auditivo, para “bloquear” o frio. Este crescimento adicional chama-se exostose. É comum entre esquiadores, praticantes de snowboard e surfistas, que estão expostos a temperaturas baixas e/ou água fria. É aconselhado usar-se chapéus ou protetores auriculares com temperaturas de aprox. 15 ºC ou inferior. Embora estas temperaturas não pareçam frias, trata-se de uma temperatura em que os seus vasos sanguíneos começam a contrair-se para consolidar o calor, deixando os seus ouvidos mais suscetíveis ao tempo frio.

6. Certifique-se de que mantém os aparelhos auditivos e os auscultadores limpos

Os aparelhos auditivos e os auscultadores podem ficar sujos depois de dias ou semanas sobre as nossas orelhas. Para além disso, gordura e cera dos ouvidos nos auriculares podem afetar a qualidade do som dos aparelhos auditivos ou auscultadores, pelo que as limpezas regulares garantirão que obtém o máximo benefício da sua experiência auditiva. Como exemplo, a Oticon recomenda que os aparelhos auditivos sejam limpos com um pano suave e seco. Certifique-se de que limpa e seca as suas mãos antes de manusear os aparelhos auditivos. Não use álcool, produtos de limpeza ou água quando limpar os aparelhos auditivos. Para os auscultadores, pode ser aplicado um pouco de sabão e água num pano e depois esfregue a superfície dos auriculares dos auscultadores.

7. Tenha atenção aos sinais de acumulação excessivo de cera

Conforme mencionado acima, os nossos ouvidos são órgãos que se limpam a si próprios, por isso, geralmente, não é necessário limpá-los, mas se tiver algum dos sintomas abaixo descritos, pode sofrer de algo chamado impactação de cera, que é um problema em que a cera dos ouvidos enche completamente o canal auditivo. Este nível de acumulação de cera é raro, mas se tiver algum dos sintomas abaixo, contacte o seu especialista em cuidados auditivos:

  • Uma sensação de ouvido entupido
  • Comichão ou secreção no ouvido
  • Zumbido nos ouvidos – ou “tinnitus”
  • Quaisquer sinais de perda auditiva
  • Dor no ouvido
  • Tosse
Conclusão:

Se tem sentido algum desconforto na sua saúde auditiva recomendamos que agende uma consulta gratuita num centro de audiologia mais próximo da sua residência.
Veja AQUI como é feita a consulta por um especialista em audição.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Que apoios existem?

Sendo dispositivos médicos, os aparelhos auditivos são comparticipados por algumas entidades, incluindo seguros de saúde. Em baixo pode ver algumas das entidades prestadoras do serviço e que podem ajudar na aquisição destes dispositivos.
Recomendamos sempre uma consulta gratuita com um audiologista antes de qualquer compra.

Exemplos de entidades que ajudam na comparticipação:

Agendar consulta gratuita

Pedido de marcação de consulta gratuita

Após envio dos seus dados, receberá um contacto para marcar consulta com audiologista no centro auditivo mais próximo da sua residência.







    MARCAÇÃO DA CONSULTA GRATUITA

    Agende a sua consulta de audiologia com um especialista em audição. Vamos ajudá-lo a melhorar a sua capacidade auditiva






      Preencha o seu Nome e Email e tenha acesso aos 10 Motivos!






        Pedido de marcação de consulta gratuita

        Após envio dos seus dados, receberá um contacto para marcar consulta com audiologista no centro auditivo mais próximo da sua residência.






          Para Obter Mais Informações Preencha o seguinte Formulário

            Sente dificuldades auditivas?*
            SimNão
            Costuma pedir às pessoas para repetirem o queue disseram?*
            SimÀs vezesNão

            Deixe seus dados de contato que irá receber um telefonema de um centro auditivo local perto de sua casa, que transmitirá mais informações.




            "]

            Pedido de marcação de consulta gratuita

            Após envio dos seus dados, receberá um contacto para marcar consulta com audiologista no centro auditivo mais próximo da sua residência.







              AVISO DE PRIVACIDADE MARCAÇÃO DE CONSULTAS AUDITIVAS

                1. Os dados pessoais recolhidos serão utilizados, apenas após obtermos o seu consentimento prévio e expresso, unicamente para efeitos de (a) marcação de consultas auditivas e comunicação dos dados pessoais para empresas ligadas a soluções auditivas parceiras da EVOLLU, para que entrem em contacto diretamente com o titular dos dados, e, por fim, (b) estudos de mercado, marketing e envio de outras informações que possam ser do seu interesses sobre a EVOLLU.
                2. A SENSING EVOLUTION, LDA. (doravante “EVOLLU”), com NIPC 513 758 747, e sede na Rua Comissão Iniciativa, 2ª, piso 7, Edifício Torre Brasil, 2410-098 Leiria, é a responsável pelo tratamento.
                3. Os dados pessoais, “Nome”, “contacto telemóvel”, “email”, “data de nascimento”, “código postal” e “localidade”, são de preenchimento obrigatório para podermos prosseguir as finalidades acima descritas, pelo que sem estes dados não poderemos realizar o seu pedido, de acordo com o consentimento que nos for prestado.
                4. Os dados em questão não serão utilizados para nenhuma outra finalidade sem o seu consentimento prévio, sendo conservados pela EVOLLU durante 2 anos.
                5. Poderá exercer os seus direitos previstos na legislação (acesso, retificação, apagamento, limitação, oposição, portabilidade) e relembramos que poderá retirar o presente consentimento a qualquer momento, através de contacto escrito para o seguinte email [email protected], sem prejuízo do direito a apresentar reclamação à autoridade de controlo competente (cnpd.pt).
                6. Poderá obter mais informações sobre a forma como os seus dados serão tratados através do email [email protected].
              COMPREENDO QUE:

              a)      Os meus dados serão utilizados para a marcação de consultas auditivas e serão comunicados a empresas ligadas a soluções auditivas parceiras da EVOLLU, para que entrem em contacto comigo diretamente.

               

              b)     Os meus dados pessoais sejam tratados pela EVOLLU para as finalidades de estudos de mercado, marketing e envio de outras comunicações que possam ser do meu interesse.